Dia de Finados Espírita

Como Espírita, acredito na vida eterna. Assim, ninguém morre, certo? Humm…. grande engano.

O Espiritismo é uma doutrina que propõe a reforma íntima, sendo Jesus o modelo e guia. Diante dessa proposta, todas as datas festivas não são diferentes de outras datas, a não ser pela reflexão que estas nos convidam a fazer.

Então, apresento-lhes uma reflexão e espero tocar o coração de cada um.

Ao acreditar na vida eterna, não poderia dizer que há mortos, certo? O problema é que vejo mortos o tempo todo. Um grupo de mortos que não tem o seu dia específico e sequer é notado pela sociedade.

São pessoas que trabalham, estudam, almoçam, jantam e se relacionam, mas estão mortas. Algumas tomam remédios para dormir e outras para acordar. Outras se anestesiam no desregramento do álcool, das drogas e do sexo. Não há entusiasmo pela vida e esta passa. Simplesmente a vida passa!

Para este grupo de mortos falta o sal da vida. A gente até aprende a comer a comida sem tempero (sal) se for preciso, mas ela fica sem um sabor especial. O sal é aquele tempero que se coloca em pouquíssimas quantidades, mas dá um sabor completamente diferente e bem mais interessante para a comida. Como anda o tempero da sua vida?

O tempero da vida nos faz renascer dos mortos e nos permite experimentar a vida em abundância.
“Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” João 10:10

Deixamos de temperar a vida e caminhamos para a morte toda vez que optamos por não fazer algo que gostamos; toda vez que decidimos abrir mão da oportunidade de estar em um trabalho prazeroso; toda vez que deixamos de aprender um instrumento musical novo ou de encontrar com amigos queridos; toda vez que nos escondemos em relacionamentos que nos entristecem pelo simples fato de não acreditar mais na vida após a morte. Assim, caminhamos escolhendo a vida sem tempero. Os relacionamentos e as circunstâncias precisam ser temperados com amor e não podemos deixar tudo para depois. Depois de quando? Depois da morte?

“Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo resplandecerá sobre a tua pessoa”. Efésios 5:14

Neste dia de finados, desejo que vocês sem lembrem destes mortos, que deixaram de sonhar e de acreditar na vida!

Desejo que possamos nos ajudar a celebrar a vida intensamente e em cada detalhe da existência.

Para cada um há um ponto ideal de tempero, qual é o seu?

Um grande abraço!

Taty – Blog Luz Estelar

Anúncios

2 comentários

  1. Excelente texto!!! Devemos sempre lembrar que o próprio Mestre Jesus nos afirmou que somos o Sal da Terra (Mateus, 5:13), ou seja, somos o Tempero da Vida!
    Sendo assim, que possamos cada vez mais reafirmar esse compromisso, especialmente hoje, uma data tão especial, na qual nos lembramos com muito carinho dos entes queridos que já não se encontram neste plano, mas com quem convivemos bem!
    Grande abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s